Vantagens de ter uma Rádio Online

O que é uma rádio online?

Rádio online ou Web rádio é uma forma de transmissão digital de áudio/som em tempo real via internet, por plataformas de streaming. O rádio, em verdade, está entre os canais de comunicação mais antigos, e um dos primeiros a se tornar de fato um meio de comunicação de massa. Atualmente, esse canal ainda existe, mas já foi absorvido totalmente pelas ferramentas digitais que, como veremos, podem ser utilizados tanto na transmissão por ondas eletromagnéticas quanto via streaming online.

Ou seja, a rádio online é aquela que faz uso da internet para veicular o seu conteúdo. Essa nova forma de transmissão de áudio/som abriu novas possibilidades para a indústria do setor. De forma totalmente digitalizada, é possível hoje em dia, fazendo uso de um servidor, transmitir programas ao vivo ou gravados na World Wide Web. Entre as portas abertas com essa nova tecnologia, está a possibilidade de alcançar um número muito maior de ouvintes, já que com a internet usuários do mundo inteiro podem acessar o material.

Ainda que essa atividade de transmissão na internet não seja regulada e não exige documentação, a transmissão de músicas e conteúdo fruto do trabalho de terceiros enseja a necessidade de pagamento de direitos autorais, sendo que no Brasil nessa área o órgão responsável pela supervisão é o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).

Qual a diferença entre a rádio digital e a rádio online?

Apesar de toda rádio online ser digital, a recíproca não é verdade. Isso porque ainda há uma quantidade considerável de emissoras de rádio via ondas eletromagnéticas em atividade. A diferença da rádio analógica para a digital é que nesta são usados equipamentos mais sofisticados para fazer a transmissão, que possibilitam um áudio de maior qualidade (com modulação de sequência binário por meio da digitalização do sinal) e menor gasto de energia para cobrir uma área maior.

Ou seja, para resumir, apesar de usarem aparelhagem diferenciada, tanto a rádio analógica quanto a digital fazem uso de uma infraestrutura física pesada, como antenas e torres, para poder transmitir seu conteúdo. A União Internacional de Telecomunicações se ocupa de classificar os modelos de rádio digital oficiais em atividade hoje em dia. Atualmente, são quatros os modelos reconhecidos: Digital Radio Mondiale (DRM), HD-Radio, Digital Audio Broadcasting (DAB) e Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial Sound Broadcasting (ISDB-Tsb).

Desses modelos, apenas dois são compatíveis com os padrões de radiodifusão brasileira: DRM e HD-Radio. O primeiro é um conjunto de sets de radiodifusão digital financiado pelo consórcio homônimo, composto por empresas privadas e rádios públicas. Já o segundo é propriedade da iBiquity, uma empresa estadunidense.

Quais as vantagens da rádio online?

Já na rádio online, essa estrutura é totalmente virtual. Por conta disso, a web rádio é uma ótima forma para empresas do segmento cortarem gastos. O único custo se dá com o servidor e a banda de internet. Além disso, não é preciso se ocupar com burocracias muito demoradas, como é o caso com as rádios digitais. Para operar numa faixa de ondas eletromagnéticas, é preciso ter uma autorização específica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A web rádio leva portanto, a desburocratização e o baixo custo como vantagens em relação à rádio digital.

Tanto é assim que muitas rádios que transmitem por ondas eletromagnéticas também fazem streaming pela internet. Dessa forma, as emissoras alcançam um público ainda maior, sem a necessidade de um investimento muito grande. Com efeito, as empresas que conseguem transmitir nessas duas modalidades são as que têm uma fatia maior do mercado, pois atingem tanto o público consumidor mais conservador quanto o mais modernizado (em termos de tecnologia).

Sim, pois, de fato, ainda que a web rádio tenha um potencial de alcance maior do que a transmissão por ondas eletromagnéticas (que tem um raio limitado de alcance), esse segmento de mercado ainda não tem uma base de ouvintes muito sólida. O grosso do público consumidor de conteúdo das rádios ainda faz uso do meio analógico, sintonizando em rádios físicos dentro de carros, por exemplo. Contudo, essa tendência já é muito mais forte em países com mais acesso à internet, como é o caso dos Estados Unidos. Portanto, parece-nos que, a manter-se a escala de crescimento atual de internautas brasileiros, a base de ouvintes online crescerá cada vez mais, podendo até mesmo superar a base de ouvintes analógicos.

Se você ainda não tem a transmissão da sua FM, AM ou até mesmo deseja criar uma rádio online, nós temos serviços completos, se pode conferir Clicando Aqui

Esperamos que tenha lhe ajudado, um grande abraço.

 

TENHA A SUA RADIO AGORA MESMO.

BANDAS, DJS, MCS, IGREJAS, ETC.

CLIQUE AQUI E ESCOLHA O SEU PLANO

 

COMPARTILHE AGORA